quarta-feira, 5 de abril de 2017

Copa Sul Americana

Invencibilidade nem sempre implica em qualidade, o futebol vistoso ainda não apareceu.
O Cruzeiro continua invicto, mas o futebol tem que melhorar um "tantinho" bom.
No mundo do futebol, o que interessa é o resultado e os três pontos, nesse quesito estamos fazendo a nossa parte, mas é cada sufoco e alguns momentos de raiva que a gente passa, que vou te contar...
Ontem, no Mineirão, o Time Celeste ganhou mas não convenceu. A missão foi mais difícil que o esperado. O time do Paraguai surpreendeu e fez uma ótima marcação.

Manoel... passou da hora de passar um tempinho no banco, perdido em campo sem falar que quando ia pra área, fazia o mais difícil, chutava a bola pra fora na cara do gol. Chance para Caicedo.
Mayke...parece que esqueceu como se joga, ainda precisa de ritmo de jogo.
Arrascaeta... melhor em campo, assistência e raça
Thiago Neves...fez mais um e está mostrando a que veio.
Ariel Cabral...aff, é o que mais corre...atrás da bola.
Ábila... apesar de não ser titular, segue com grande importância no time Celeste.

No mais...seguimos na invencibilidade e na vantagem para o próximo jogo na Sul Americana.




Saudações Celestes.
Inté!

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Invictos...

Tudo normal em Minas Gerais...
Mais um clássico e mais uma vitória do Maior de Minas.
Cruzeiro, o único time invicto da série A, amargava três empates contra times menos expressivos no cenário mineiro e brasileiro (Joinville, Tombense e Uberlândia), e nada melhor que um clássico (segundo do ano) para mostrar o real e verdadeiro valor dessa invencibilidade e da grandeza do Cruzeiro.
E o clássico não poderia ter começado melhor... Um gol de Thiago Neves, que desencantou, no início da partido, com menos de 2 min de jogo. A china azul foi ao delírio.
Cruzeiro nem parecia o mesmo time de jogos atrás...me surpreendeu, afinal estava com o "pé atrás" devido aos últimos  resultados.
A frente do placar logo no início da partida Cruzeiro mandou no jogo e na marcação, não deixando a equipe do Atlético chegar ao gol de Rafael.
E como alegria pouca é bobagem, a expulsão de Fred aos 26 min de partida, foi o ápice do contentamento...depois disso foi só administrar a vantagem numérica em campo e no placar.
No segundo tempo o Cruzeiro continuou melhor e como de praxe em clássico, Arrascaeta marca mais uma vez e consagra de vez a vitória sobre o maior rival e a fama de pé quente em clássico.
Nos minutos finais o Atlético aperta na marcação e consegue diminuir com gol de Elias.
A invencibilidade continua... no ano e contra o Atlético

Só alegria!!!!

Ganhar é muito bom, ganhar do Atlético é muuuito melhor :)





Saudações celestes!
Inté!


sexta-feira, 31 de março de 2017

Voltei...de novo

Vixi que tem mais de um ano que ano que não apareço por aqui.
A vida tá uma correria só e ano passado foi puxado, sem falar que o Cruzeiro não colaborava muito também.
A vida profissional deu uma reviravolta e até colocar tudo nos "eixos" vai um tempinho.
Espero não ficar tanto tempo sem aparecer por aqui, e as vésperas de mais um clássico a expectativa e ansiedade ficam ainda maiores.
Sem mais delongas...

Volto depois do clássico.

Saudações celestes!

A BELA E A BOLA © 2016 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS